Pe José Antunes

sexta, 31 outubro 2014 18:34

Voluntários precisam-se

Do mesmo modo que ano passado, este ano vamos levar a efeito em parceria com o "Pingo Doce" uma campanha de recolha de alimentos nos dias 8 e 9 de Novembro.

Acompanhamos cerca de 1000 familias de modo frequente. Esta campanha é para reforçar o nosso stock para podermos responder de modo positivo às necessidades dos mais frágeis da nossa sociedade.

Mas este trabalho para ser realizado tem necessidade de pessoas que colaborem de modo gracioso e voluntário para recolher os géneros alimentares dos espaços comerciais.

Vamos estar no Pingo Doce de Guimarães e em Fafe (2 espaços).

Teremos turnos de manhã, das 9 às 13h. De tarde, 13h às 17h. Tarde/Noite, das 17h00 às 21h00.

No Armazém, para recolher e empacotar os géneros alimentares temos também necessidade de voluntários.

Aqui, os horários são os seguintes: Das 14h00 às 18h00 e das 18h00 às 22h00(mais ou menos).

Quem puder participar nesta campanha, use o telefone 253 420 000 ou o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Pode também passar pelas sacristias das Igrejas de São Paio e de São Sebastião bem como pela Secretaria do patronato

Diga-nos a sua disponibilidade. E um obrigado do tamanho do mundo em nome dos que vamos ajudar.

Conto convosco! Sem vós não será possivel levar a bom êxito esta campanha.

Daí, hoje, este grito de alerta.

quinta, 23 outubro 2014 16:45

Estacionamento junto ao Patronato

O estacionamento de automóveis junto à Igreja e ao Patronato tem sido desde há muito tempo contra a lei.

A Câmara Municipal de Guimarães quer por côbro a esta situação e apela para o espirito de cidadadania de todos.

Neste sentido, os três lugares da rua de Camões de apoio à tomada e largada de crianças que estão no Patronato, pelo periodo mínimo que está marcado na placa continuarão com essa função e não para estacionamento permanente.

Ao mesmo tempo, de 2ª a 5ª feira, das 07h30 às 09h30 e das 17h às 19h o espaço da feira semanal abrirá para estacionamento.

Quanto à celebração da Missa no fim de semana, o mesmo espaço da feira abrirá com o seguinte horário:

Sábado, das 16h30 às 18h45

Domingo, das 10h30 às 13h e das 18h30 às 20h30.

Quanto à semana, na Eucaristia das 19h30, o espaço da feira possivelmente também abrirá das 19h00 às 20h00

É importante todos colaborarmos porque a tolerância é zero e quando todos colaboramos tudo se torna mais fácil.

 

 

Neste domingo, dia 26 de Outubro, às 10h00, na Igreja paroquial de São Paio (vulgo São Domingos) temos a Festa do acolhimento dos/as meninos/as mais pequeninos/as da Catequese.

Será na Eucaristia das 10h00, como já disse atrás.

Um convite para os pais, crianças e catequistas dos três centros de Catequese: São Sebastião, São Paio e Colégio de Vila Pouca.

Vinde à festa!

terça, 21 outubro 2014 14:24

Assembleia paroquial

Vamos começar a fazer anualmente duas assembleias paroquiais no inicio e no fim do ano pastoral para planificar e avaliar a nossa acção pastoral. Só assim podemos crescer como comunidade : se todos trabalhamos com um único objectivo. Nestas assembleias devem estar presentes todas as pessoas que trabalham na Unidade Pastoral bem como todos/as os/as cristãos/ãs que se sentem membros da comunidade para que com as suas sugestões e achegas possam ajudar na construção desta pequena parcela do reino de Deus.

É momento de nos conhecermos porque , de facto, muitos de nós não nos conhecemos nem sabemos o que se faz na Unidade Pastoral nos vários aspectos: Litúrgico, Social, Formativo e Missionário.

Portanto um apelo a todos: Irmandade de Santo António, Grupo de Oração, Catequistas, Leitores, Elementos dos Conselhos Económicos, Leitores, Sacristães, Legião de Maria, Conferência Vicentina, Grupo de Jovens, Direcção do Patronato, Pessoas que fazem parte do Compasso Pascal, Ministros da Comunhão, Zeladoras dos altares, Voluntários da vigilância da Igreja,etc. Apareçam.

Alem disso, quem se sentir que pode trazer algo de positivo para o bem da Unidade Pastoral seja bem vindo. Que ninguém se sinta posto á margem. Apareçam. Com gosto estou aberto à vossa presença!

A primeira assembleia paroquial será no dia 8 de Novembro, às 18h30, no Centro Paroquial de São Sebastião.

Conto convosco!

Um abraço amigo

Pe.Antunes                                                                                                                                                                                                                                                                    

 

terça, 29 julho 2014 17:46

Férias

Neste período de férias lembro-me das familias que, devido ao ritmo de trabalho têm dificuldade de encontrar um clima sereno e a atmosfera tranquila para viver a intimidade, dialogar e fazer emergir as exigências e projectos de cada um!

Por isso, as férias são propícias antes de mais para colmatar estas lacunas, por assim dizer, de "humanidade", de paz e de convivência. Daqui a exigência de as férias serem efectivamente um periodo de renovação humana em que, longe do habitual ambiente de vida, é possivel encontrar-se a si mesmo e os outros, numa dimensão mais equilibrada e serena. Há pessoas que neste periodo de férias procuram passar alguns dias nos chamados "lugares do espírito": mosteiros, santuários, casas de retiro,etc. Quase sempre, estas localidades unem a beleza do ambiente natural à oprotunidade de usufruir riquezas espirituais do encontro com Deus na reflexão e no silêncio, na oração e na contemplação. É um tendência saudável, a qual seria bom que não se limitasse ao período de férias, mas encontrasse formas adequadas para acompanhar a actividade do dia a dia em outros momentos do ano. Com efeito, o verdadeiro desafio consiste em salvaguardar a harmonia interior, de tal forma que o ritmo do dia a dia possua sempre aquele respiro sobrenatural de que todos nós necessitamos.

Confiamos á protecção de Nossa Senhora as pessoas que gozam as suas férias e aquelas que já as terminaram. Confiamos-lhe, de modo especial aqueles que, por motivos de saúde ou por outras razões, não podem usufruir do periodo de férias. Quem está de férias possa gozar do merecido descanso, e quem , pelo contrário não tem a possibilidade de o fazer, possa em todo o caso, sentir-se rodeado por gestos concretos de amizade e de solidariedade vindos daqueles que estão de férias.