terça, 03 julho 2012 11:29

Uma maçã por dia: não sabe o bem que lhe fazia

Escrito por Nutricionista

MaçasJá o provérbio inglês diz que "uma maçã por dia mantém o médico afastado" ("An apple a day keeps the doctor away").

Um estudo publicado esta semana vem reforçar esta ideia acrescentando que reduz o colesterol e emagrece.

A investigação liderada por Bahram Arjmandi, do departamento de Nutrição da Universidade da Flórida (EUA), avança que a pectina e os polifenóis – antioxidantes presentes na pele das maçãs que ajudam a eliminar resíduos e toxinas no organismo, melhoram ainda o metabolismo dos lípidos e reduzem a produção de moléculas inflamatórias vinculadas ao risco de padecer de problemas cardíacos.

 

A equipa de Arjmandi analisou uma amostra de 160 mulheres, com idades compreendidas entre os 45 e 65 anos, dividindo-as aleatoriamente em dois grupos: metade consumia uma maçã por dia (75 gramas diárias durante um ano) e a outra tinha de comer uvas passas durante o mesmo período de tempo.

Após três, seis e 12 meses, fizeram análises ao sangue das participantes e descobriram alterações nos níveis de colesterol, poucos meses depois de iniciarem esta prática. As mulheres que comeram as maçãs reduziram em 23 por cento o colesterol de lipoproteína de baixa densidade (LDL), ou seja, o "mau colesterol" e aumentaram em quatro por cento o de alta densidade (HDL), o "bom colesterol".

Para além de trazer este benefício, o consumo diário de uma maçã ajudou as voluntárias a reduzirem o peso. Apesar de ingerirem mais 240 calorias por dia, perderam em média 1,4 quilos, graças ao efeito de saciedade da pectina. A equipa de investigadores já o baptizou de "fruto milagroso". A maçã é rica em vitaminas, sais minerais, fibras, água e fitonutrientes, e é ainda escassa em gordura saturada, colesterol, sódio e calorias.

Nutricionistas
Ana Araújo
Bárbara Costa
Joana Machado