fbpx
quinta, 01 setembro 2016 16:17

Após as férias... Destaque

Escrito por

Após as férias...

 

Tendo como pano de fundo o plano pastoral diocesano,na preparação dos 100 anos das aparições de Nossa Senhora em Fátima, vamos retomar a nossa caminhadan como Unidade Pastoral.

 

Cinco anos de caminhada pastoral! A fé como ponto de partida e como meta! Ao concluir este itinerário propomos a redescoberta da nossa identidade cristã (Plano Pastoral 2012+17) com Maria. Fazêmo-lo assumindo a celebração nacional do Centenário das Aparições em Fátima (1917-2017) na perspetiva da fé contemplada.

Maria, primeira discípula missionária, convidada para participar ativamente na História da Salvação, abre a sua vida à presença de Deus.

Eis-nos prontos para retomar a caminhada como comunidade e como irmãos imbuídos num espirito de comunhão e de interesse pelos projectos da Unidade Pastoral.

Assim: Em termos pastoral de conjunto, a catequese continuará nos dois polos, potenciando as pessoas que voluntariamente prestam este serviço à Igreja, como catequistas. Conto com todos(as) e digo que há sempre lugar para quem vier por bem. Pastoral dos sacramentos , em breve,  neste mesmo lugar mais uma vez, reforçarei as normas que todos devem acatar para o bom funcionamento de tudo. Pastoral social,a Conferência Vicentina continua o seu trabalho discreto mas eficiente socorrendo os mais necessitados que de nós se abeiram( Para este grupo  também é necessário gente nova. Apareçam!)

O Patronato, brevemente, vai entrar em obras de total remodelação para melhor servir aqueles para quem existimos.

Quanto à gestão económica paroquial da Unidade Pastoral ela é autónoma.

Em São Paio, nos últimos tempos tem sido um gastar de dinheiro( não à toa!) que não estávamos a contar.

A conservação das portas da Igreja paroquial- perto de 5.600€.

A casa paroquial teve que ser intervencionada para a tornar habitável e na qual gastámos 15.370€

Lampadários- Também se fez um investimento de 3.137,98€ que se está a pagar aos poucos. 

Isto faz um valor de 24.147€ que não estavam nos  nossos planos. Como pagar isto tudo? Só com a ajuda dos amigos da paróquia e paroquianos de São Paio. Mas , infelizmente não tem sido essa a atitude dos amigos e paroquianos de São Paio. Há um alheamento dos problemas económicos da casa que é de todos ( a comunidade paroquial!).

Acresce ainda o plano de aquecimento da Igreja que nos propusemos fazer este ano que está orçamentado em 15.000€.

Meus amigos, em tempo de férias e alguns paises que visitei apercebi-me de que as pessoas que visitam( somente visitam) as Igrejas comparticipam voluntariamente para a conservação das mesmas. E o que se passa connosco? Temos que ser mais colaborantes com a vida paroquial no que diz respeito a obras a fazer porque se assim não for A GESTÃO EDCONÓMICA  PAROQUIAL torna-se impossivel e caimos na insolvência.

As esmolas da igreja são cada vez menores, a oferta paroquial dos paroquianos reduz-se a um pequeno grupo que colabora, as campanhas que lançamos não têm o efeito desejado(mensalmente no ofertório mensal (1º domingo) para o FUNDO PAROQUIAL 

DAÍ  ESTE APELO A UMA MELHOR COLABORAÇÃO DE TODOS PARA UMA GESTÃO MAIS EQUILIBRADA E RACIONAL SEM GRANDES SOBRESSALTOS NEM GRANDES DORES DE CABEÇA!

Conto com a vossa ajuda e desde já, em nome da comunidade, MUITO OBRIGADO.

Quanto a São Sebastião, as coisas são idênticas. Os problemas são os mesmos. A frequência às celebrações é boa, felizemente. mas a partilha é reduzida.

Ainda agora, antes das férias tivermos uma intervenção na Igreja paroquial, junto ao altar  em que gastámos perto de 2000€ num arranjo do tecto que ameaçava ruir. e sempre temos que estar atentos para pequenas intervenções de conservação e no andamento normal das coisas.

Quanto ao Patronato, brevemente vamos fazer uma intervenção grande (no valor de 1 milhão e 500 mil euros) para que possamos responder de acordo com as normas e procedimentos actuais e tenhamos uma resposta cada vez melhor a quem nos procura.

Como iremos fazer face a este investimento? Só Deus sabe as preocupações que a direcção do Patronato tem tido há mais de meio ano. Encontros com o Ministério da Educação, com a Segurança Social, com a Cãmara, com os Bombeiros... Felizmente temos todas as licenças para começar a obra. mas os preocupações continuarão. A par disso, tivemos que alugar um espaço para receber as crianças durante o tempo das obras( o que traz custos adicionais!). 

Contamos com os amigos para levar a efeito esta grande obra  de renovação e requalificação do Patronato de São Sebastião.

Assim Deus nos ajude e Maria, Mãe de Deus nossa Mãe nos proteja nestes empreendimentos .