sexta, 06 janeiro 2012 16:26

Festa de São Sebastião

Escrito por

Dia de S. SebastiãoA Irmandade de São Sebastião, erecta na Igreja paroquial de São Sebastião, celebra o seu padroeiro, Glorioso mártir São Sebastião, no próximo dia 20 de Janeiro, dia litúrgico da sua Festa.

A novena preparatória começa no dia 11 de Janeiro, com oração do Terço e reflexão sobre o glorioso mártir, na Igreja de São Sebastião (Dominicas). Esta oração é feita antes meia hora da Eucaristia.

No dia 20 de Janeiro, 6ªfeira, teremos a Eucaristia às 10h e às 19h30

No dia 22  de Janeiro, domingo, às 18h45, na Igreja paroquial, oração do Terço e bênção do SS.mo Sacramento. Às 19h30, Eucaristia solene, animada pelo Grupo de Jovens Convivas de São Sebastião e sermãoem honra de SãoSebastião.

Os Juizes da Festa deste ano 2012 são o Senhor António Soares da Costa e esposa Maria das Dores Mendes Gonçalves.

Honremos com a nossa oração e vida São Sebastião e que ele nos livre das fomes, pestes e guerras dos nossos dias.

 

São Sebastião (Pequena biografia)

Mártir cristão, nascido segundo alguns em Milão, cidade de sua mãe, e segundo outros em Narbona, terra natal de seu pai, sendo sua festa celebrada a 20 de Janeiro. Passou a maior parte de sua vida em Roma, ao tempo do imperador Diocleciano. Soldado do exército romano, chegou a alcançar o comando de uma coorte de pretorianos. Por ser cristão e divulgar sua doutrina, foi denunciado e preso.

Diocleciano tentou em vão dissuadi-lo, condenando-o à morte, sentença que os arqueiros se encarregaram de cumprir. Crivado de flechas, São Sebastião foi encontrado por Irene, uma cristã, que, ao retirá-lo da árvore onde seus algozes o haviam amarrado, verificou que o corpo do mártir ainda estava com vida. Conduzido à casa de Irene, São Sebastião se restabeleceu em poucos dias.

Insensível às súplicas dos cristãos, apresentou-se ao imperador, que, desta vez, ordenou fosse açoitado até morrer (c. 255). Seu cadáver, jogado na cloaca de Roma, foi outra vez descoberto por uma mulher, Lucina, a quem o santo apareceu em sonho, pedindo que o sepultasse nas catacumbas, ao lado dos apóstolos.

Próximo a este lugar, junto à via Ápia, foi posteriormente construída uma basílicaem sua honra. Esta, durante a Idade Média, tornou-se centro popular de devoção e peregrinações. Em Portugal há pelo menos, 92 igrejas que o têm por orago.